Kor-u-een (Controlados)

De Wiki Petercast
Ir para navegação Ir para pesquisar

Kor-u-een é uma cidade do sudoeste de Heelum. Sua jir central está nas margens austrais do Lago do Sul, mas o território é diverso e longitudinal, com o importante porto da cidade situado no extremo leste da área da cidade. No extremo oeste, a cidade conta ainda com uma fortaleza.


Pronúncia do nome da cidade ("Coruín")

Em na-u-min, Kor-u-een significa "cidade das luzes".

Fundação

Kor-u-een foi a sexta (ou sétima, considerando os Al-u-bu-u-na) cidade fundada em Heelum, fruto da vontade de moradores de Kerlz-u-een de se estabelecerem em uma cidade que não fosse movida pelo único desejo de retornar à Cidade Arcaica - em suma, eles eram minoria na cidade quando o assunto era o <a href="http://seriecontrolados.com.br/no/?page_id=2238">debate do retorno</a>. Parte do grupo descontente fundou Kor-u-een; outra parte fundou Den-u-pra.

Kor-u-een adotou o modelo de democracia representativa nos moldes de Al-u-een e tornou-se uma cidade pioneira na criação de mapas de Heelum e também no teatro, que seguiu retratando momentos importantes da história que se descortinava diante de seus olhos à medida que novas cidades eram fundadas e a dinâmica social se transformava - a cidade ajudou a fundar Torn-u-een, Prima-u-jir e Den-u-tenbergo junto com Den-u-pra e Roun-u-joss.

Segunda Aurora e Terceira Aurora

Kor-u-een aparece, não nomeada, na porção inferior direita deste detalhe dos mapas do livro.

A Rede de Luz se acabou e a cidade passou pela fase solitária com penosidade - mas ao mesmo tempo inventividade, já que desenvolveu o teatro pelo qual já era conhecida e o levou muito além, num movimento cultural conhecido como teatro original, que viria a definir o estilo do teatro de Kor-u-een para todas as outras fases de modo tal que outras cidades jamais se adaptaram e completamente aderiram a ele.

O estilo era símbolo do isolamento cultural da cidade, que foi se erodindo aos poucos ao longo de muitos rosanos à medida que Heelum se integrava novamente. A comunicação marítima voltou a ser frequente entre as cidades do sudoeste e também com Roun-u-joss. O mundo passava a se abrir novamente, e a estrada ligando a jir central a Prima-u-jir foi praticamente o início de uma nova era.

A chegada dos minérios, na Terceira Aurora, marcou o ápice da cidade, que pendurou em altos postes de Corvônia minérios pentagonais de todas as cores, criando um belo espetáculo urbano, especialmente em noites frias.

Da Quarta Aurora às Guerras Modernas

Embora a magia tenha transformado a cidade de forma mais gradual, menos impactante, as doenças da noite alteraram significativamente o brio de Kor-u-een. Ânimos arrefeceram, a expressão cultural se tornou mais escassa, o teatro original perdeu força.

Mesmo ao longo da Aurora da União a cidade não recuperou o brilho de outrora. Foi preciso uma queda brusca para que a cidade reagisse e reformulasse seu estilo de vida e sua política: na Primeira Guerra Moderna, a cidade caiu para o governor Mosves, de Prima-u-jir, o que causou trauma o bastante para gerações. A magia foi proibida na cidade, e os processos democráticos tornaram-se mais participativos que nunca por demanda popular.

Estando longe dos acontecimentos, Kor-u-een não participou da Segunda Guerra Moderna. Na terceira, teve que conter o surgimento do exército de espólicos dentre seus próprios cidadãos, mas a batalha não foi intensa, nem duradoura; logo tudo havia sido restaurado à normalidade.

Acontecimentos do primeiro e do segundo livro

Cuidado! Você pode sofrer spoilers para o Volume 2 da Série Controlados se continuar a ler! Para ler o segundo volume da Série Controlados, é gratuito: leia online ou baixe o livro em PDF ou ePub neste link.

Kor-u-een foi bastante afetada pela Guerra da União. A primeira reação da cidade à revelação do Conselho dos Magos foi uma grande manifestação popular contrária à guerra. A despeito de quaisquer articulações contrárias que possam ter ocorrido nos bastidores do poder, o governo resolve confirmar a posição contrária aos magos, que obviamente se provou para todos extremamente popular; no dia 54 de inasi-u-sana a decisão foi oficializada, chegando ao Conselho no dia 3 de kerlz-u-sana.

A cidade compensava com paixão o baixo poderio militar; ao intuir sua desvantagem em meio a cidades cujas posições não podiam ser presumidas, mandou uma mensagem a <a href="http://seriecontrolados.com.br/no/cidades/roun-u-joss/">Roun-u-joss</a> pelo mar, pedindo por suporte naval. As duas cidades realizaram uma investida conjunta contra o porto de Den-u-pra na Batalha do Porto Fluvial de Den-u-pra. As tropas anfíbias acabaram recuando, já que elas esperavam a convergência de tropas terrestres que foram interceptadas por forças de Kerlz-u-een na Batalha dos Campos do Rio do Sul.

Depois desse primeiro fracasso, a cidade não pôde fazer mais nada além de resistir, papel que se pôs a representar com bravura. Depois da Batalha da Fortaleza de Kor-u-een, em que perdeu mais território para não ter mais forças arrasadas, enfrentou três dias de uma intensa batalha em dois atos - com uma derrota triste num primeiro dia, a promessa de uma mudança nos outros dois a partir de reforços de Roun-u-joss e tropas do porto, mas um fim violento que destroçou a cidade.

Capítulos com a cidade como cenário

  • Volume I
    • A cidade não é cenário de nenhum capítulo no Volume I
  • Volume II
    • A cidade não é cenário de nenhum capítulo no Volume II
🗺 Você está navegando pela Wiki Petercast! Há várias subwikis, e portanto não se confunda: para voltar à página principal do Neborum Online, clique no link do submenu Neborum Online na barra à esquerda!