Enr-u-jir (Controlados)

De Wiki Petercast
Ir para navegação Ir para pesquisar

Enr-u-jir é uma cidade da região centro-nordeste de Heelum. Seu centro está localizado na borda sul do lago Enr, com as jirs espalhando-se principalmente para o Sul e o Oeste. Terceira cidade a ser fundada em Heelum, obteve um protagonismo comercial digno de sua posição privilegiada no território. Em na-u-min, Enr-u-jir significa "a vila correta", "a vila apropriada".


Pronúncia do nome da cidade ("Enrujir")

Fundação[editar]

O grupo norte dos grupos fugidos da Cidade Arcaica quando do início da Primeira Guerra resolveu iniciar uma cidade inspirados pela fundação de Kerlz-u-een.

Centro de Heelum, com Enr-u-jir mais acima. No mapa também a Cidade Arcaica, Ia-u-jambu, os Al-u-bu-u-na e Al-u-tengo.

No entanto, a cidade permaneceu por muito tempo um pequeno acampamento, um amontoado de famílias nucleares sem muito desenvolvimento, uma vez que, diferentemente de Kerlz-u-een, o grupo não pretendia tornar a cidade um posto militar. Agrupados no primeiro grande depósito de água que encontraram, o lago Enr, estavam num descampado sem defesas naturais a que sucumbiriam sem demora caso o Yutsi Rubro avançasse até eles. O grupo norte se dividiu, portanto, para ir fundar cidades mais distantes, em lugares mais bem protegidos. Enr-u-jir permaneceu, contudo, como um posto intermediário com o sul. Foi por sua inexpressividade que não teve muito o que dizer quanto ao dilema do retorno, momento em que Al-u-een, Kerlz-u-een e mais tarde Roun-u-joss degladiavam-se quanto ao significado da fundação das cidades durante essa fase pela qual eles passavam em Heelum.

Mesmo pequena, a cidade começou a se destacar na cartografia ao longo do tempo, uma vez que tornou-se ponto de passagem comum entre algumas cidades novas ao norte. Num episódio conhecido como "a primeira viagem", um grupo de Enr-u-jir, com o auxílio da Rede de Luz e das comunicações entre cidades que ela proporcionava, foi até Rirn-u-jir buscar o metal de que Al-u-tengo precisava para fabricar melhores flechas. A mesma rota seria usada mais tarde para as viagens de abastecimento armamentístico que Rirn-u-jir e Al-u-tengo fariam para o resto de Heelum após a "nova ameaça".

Enr-u-jir não teve um papel central na fase das aventuras, pelo menos não como colonizadora; numa época de intensa transmissão de pessoas, bens e alimentos por toda Heelum, tornou-se, é claro, ponto de encontro e passagem ainda mais intenso. Foi aí que começou a desenvolver sua propensão econômica cada vez mais. O próximo passo para consolidar essa tradição e, ao mesmo tempo, oferecer seu espaço privilegiado como ponto relevante da história de Heelum foi durante a reconquista da Cidade Arcaica: os oito guerreiros das cidades que se encontraram em Ia-u-jambu para treinamento realinharam-se na cidade antes de partir definitivamente para o terreno do combate.

Segunda e Terceira auroras[editar]

Na falta de comunicação que se seguiu ao desaparecimento da Rede de Luz, Enr-u-jir construiu uma estrada para Rirn-u-jir, maior parceiro comercial da cidade. A relação foi consideravelmente enfraquecida, contudo, através da percepção popular sobre acordos envolvendo o conhecimento de agricultura de Enr-u-jir e o fornecimento de minerais por parte de Rirn-u-jir: o acordo não parecia exatamente equilibrado para nenhuma das partes, mas mesmo assim foi fechado.

Foi apenas muito tempo depois, com mais estabilidade e até certo crescimento populacional, que a cidade começou a se abrir novamente para o resto de Heelum. Uma estrada foi construída para Al-u-tengo e outra para Imiorina. Algum tempo depois a goma escura processada chega à cidade, e é extensivamente usada (uma vez que é uma região bastante chuvosa). Assim que a Cidade Arcaica foi recolonizada, uma estrada a ligou a Enr-u-jir.

Já respeitada por ser o maior centro comercial do mundo, Enr-u-jir fez apenas investir para fortalecer essa imagem: o ouro teve grande aceitação assim que começou a circular, e a cidade garantiu que houvesse minérios em abundância na cidade para venda assim que se começou a descobrir mais sobre eles na Terceira Aurora.

Quarta e Quinta auroras[editar]

O surgimento da magia não imediatamente influenciou Enr-u-jir, ainda que a cidade tenha sido um dos campos mais livres em que os magos puderam florescer em Heelum. De qualquer maneira, a cidade adotou tão prontamente o sistema de posse individual - na prática, já o fazia até antes - quanto possível, e a cidade começou a viver um problema de desequilíbrio entre os fazendeiros e os comerciantes do centro a partir das doenças da noite que surgiram com a quinta aurora.

Enr-u-jir foi uma das primeiras cidades nas quais os magos bomins executaram seu plano de ação para conter o avanço das doenças da noite - pelo menos suas consequências mais diretas.

Aurora da União e Guerras Modernas[editar]

Enr-u-jir passou por poucas transformações estruturais ao longo da Aurora da União e das Guerras Modernas. Os magos, contudo, encontraram ali grandes oportunidades de conquista e lucro. Politicamente, a cidade logo se tornou uma democracia, mas, com a magia permitida, as eleições e os processos são bastante manipulados e uma verdadeira oligarquia domina a cidade.

"Chegaram às primeiros jirs atravessando o meio-dia. Eram casas pequenas, parecidas com as de Ia-u-jambu, mas sem muita variedade: amarelas, fazendo uso intensivo de madeira, parecendo bastante apertadas para uma família. As pessoas que trabalhavam nas plantações e fazendas de minérios (viram duas fazendas do tipo já no começo da cidade) usavam gorros de goma escura que tapavam as orelhas, indo até o começo das costas." A Aliança dos Castelos Ocultos, Capítulo 21

Acontecimentos do primeiro livro e do segundo livro[editar]

Cuidado! Você pode sofrer spoilers para o Volume 2 da Série Controlados se continuar a ler! Para ler o segundo volume da Série Controlados, é gratuito: leia online ou baixe o livro em PDF ou ePub neste link.

A cidade não tem sua estrutura abalada significativamente por conta da Guerra da União. Alia-se ao Conselho dos Magos, e por se tornar uma cidade "reserva" - segunda opção como quartel general, caso a Cidade Arcaica caia - acaba recebendo tropas das cidades vizinhas.

A estratégia prova-se importante por motivos diferentes; a Cidade Arcaica não é tomada, mas Enr-u-jir sobre um ataque potente da habilidosa tropa de Inasi-u-een. Devido à superioridade numérica, sendo que boa parte dessa superioridade era composta por guerreiros também bem treinados (as forças de Imiorina), a Batalha de Enr-u-jir acabou desfavorável para os assaltantes do norte, embora estes nunca tivessem como objetivo final a vitória - a distração causada na cidade foi o bastante para que Mairaden, o general das tropas, conseguisse se infiltrar nos prédios do governo. Seu objetivo era descobrir a localização do Conselho dos Magos; acaba encontrando Nariomono, que após o massacre que Desmodes promoveu em seu povo no primeiro livro, chega à cidade por indicação de Lato-u-nau na procura de Desmodes. Os dois unem forças, e saem de Enr-u-jir em direção à Cidade Arcaica.

Capítulos com a cidade como cenário[editar]

🗺 Você está navegando pela Wiki Petercast! Há várias subwikis, e portanto não se confunda: para voltar à página principal do Neborum Online, clique no link do submenu Neborum Online na barra à esquerda!