Calendário Santo-discordiano

De Wiki Petercast
Ir para: navegação, pesquisa

O Calendário Santo-Discordiano é um novo modo de contar os dias e as horas. É uma atualização do calendário discordiano, incorporando a ele, que modifica a contagem do tempo em termos de dias, meses e anos, o conceito de Horas Métricas, que modifica a contagem do tempo a nível de segundos, minutos e horas.

Calendário Discordiano Original[editar]

O calendário discordiano original, como descrito no Principia Discordia, divide o ano em 5 estações de 73 dias - Caos, Discórdia, Confusão, Burocracia e Consequências, nessa ordem. As semanas tem cinco dias, sendo eles Docemanhã, Horadobum, Diapicante, Espinho-espinho e Laranja Poente, nessa ordem. Os dias da semana têm origem nos cinco elementos básicos da realidade, o Doce, o Bum (ou Boom), o Picante, o Espinho e o Laranja.

As estações possuem patronos apóstolos; Hung Mung é o patrono da estação de Caos, Dr. Van Van Mojo é o patrono da estação de Discórdia, Sri Syadasti é o patrono de Confusão, Zarathud é o patrono de Burocracia e Malaclypse, o Mais Velho é o patrono de Consequências. Por essa razão existem cinco feriados anuais relativos aos patronos apóstolos: Dia Mung, dia 5 de Caos, Dia Mojo, dia 5 de Discórdia, Dia Sya, em 5 de Confusão, Dia Zara, 5 de Burocracia e o Dia Mala no 5 de Consequências.

Existem outros 6 feriados no Calendário Original, e todos eles foram mantidos no calendário santo-discordiano. No dia 50 de cada estação há um feriado relativo a ela: Fluxo de Caos, Fluxo de Discórdia, Fluxo de Confusão, Fluxo de Burocracia e Fluxo de Consequências. O sexto feriado é o dia de São Tiby, que é um dia específico, colocado entre o dia 59 e o 60 da estação de Caos de 4 em 4 anos, coincidindo com o vigésimo-nono dia do calendário gregoriano, que existe apenas nos anos bissextos. Portanto, o Dia de São Tiby não é apenas um feriado, mas também o dia, sendo que não existem 74 dias em Caos: a sequência de dias é dia 58, dia 59, dia de São Tiby, dia 60 e assim por diante.

Os anos têm a mesma duração de um ano no calendário gregoriano (5 * 73 = 365. Ta-dah!) e o sufixo YOLD é usado após os anos. YOLD é uma sigla em inglês que significa "Year of Our Lady Discordia". Numa tradução livre, seria "Ano de Nossa Senhora Discórdia". Funciona mais ou menos como o comum "depois da era de cristo", d.c., etc.

O Principia Discordia esclarece através de simples relações matemáticas que 3175 YOLD é, para os não-esclarecidos, 2009 d.e.c. Por isso podemos verificar que o calendário teve seu ano 0 em 1166 a.e.c. do falso calendário - a mesma data apontada pelo Principia como o ano em que Caracinza lançou sua maldição.

Tradução[editar]

O Principia Discórdia em inglês denomina como Aftermath a quinta estação. Algumas traduções para o português usam uma tradução informal da palavra, que significaria "Consequências", enquanto outras preferem uma tradução literal, que acaba como "Pós-Matemática". Não existe uma convenção sobre qual das duas seria a certa, e provavelmente não haverá, o que leva à eterna consideração das duas (que, na verdade, são 5) como igualmente certas, o que é o mais certo a fazer.

Calendário Santo-Discordiano[editar]

O calendário Santo-Discordiano surgiu em 3174 através da união do calendário discordiano com as Horas Métricas, depois de uma tentativa frustrada de Santaum fazer um calendário próprio. Essa "união" ocorreu porque Peterson percebeu que as Horas Métricas tinham características numerológico-discordianas demasiado interessantes (confira com mais detalhes aqui).

Ele notou, por exemplo, que 16 horas convencionais (ou seja, 2/3 do dia) são equivalentes às 6:66:66 Horas Métricas. Tornou-se um horário sagrado, informalmente. E o mais importante, 5 Horas Métricas são equivalentes à metade do dia e, em um relógio com essas características e mantendo sua dinâmica de fazer uma volta duas vezes ao dia, 5 estaria no topo ao invés do tradicional número 12, o que finalmente deixaria o relógio, algo tão comum, de acordo com a Lei do Cinco.

O Calendário foi nomeado "Santo-Discordiano" por Peterson para homenagear a sugestão de Santaum.

Diferença: Horas Santo-Discordianas e Convencionais[editar]

Horário Convencional[editar]

O sistema horário que conhecemos é dividido em vários intervalos iguais de tempo. Cada dia é dividido em 24 horas, cada hora é dividida em 60 minutos e cada minuto é dividido em 60 segundos. Isso nos induz a uma pergunta: quantos segundos temos em um dia?

O dia é dividido em 86.400 intervalos iguais de tempo que são chamados de segundos.

Diferenças[editar]

A diferença entre eles se dá basicamente pela diferença entre os intervalos de tempo. O dia nas horas métricas tem 100.000 segundos. Ou seja, o dia tem mais segundos que no horário convencional. Isso quer dizer que nas horas métricas o segundo métrico (sm) é menor que o segundo convencional. Desse modo, um segundo métrico vale 0,864 segundos convencionais, pois o intervalo do dia é igual para ambos.

Outra diferença entre os sistemas horários está na quantidade de horas no dia, da quantidade de minutos em cada hora e na quantidade de segundos em cada minuto. Ou seja, os intervalos de tempo são diferentes. Ao invés de seguirem os sistemas duodecimal e sexagesimal convencionais, as horas métricas seguem um único sistema, que é o decimal.

Horas Métricas[editar]

O dia é dividido em 10 horas métricas (hm), cada hora métrica é dividida em 100 minutos métricos (mm) e cada minuto métrico é dividido em 100 segundos métricos.

Nomenclatura Discordiana[editar]

1 hora métrica = 1 hora santo-discordiana = ~2 horas e 23 minutos convencionais

1 minuto métrico = 1 minuto santo-discordiano = ~1 minuto e 26 segundos convencionais

10 minutos métricos = 1 riff = ~15 minutos convencionais

1 segundo métrico = 1 segundo santo-discordiano = 0,864 segundo convencional

Vantagens[editar]

O interessante é que, somente com um sistema de base numérica (decimal) ao invés de vários como nós temos (base duodecimal, sexagesimal e decimal), os cálculos ficam mais simples. Por exemplo, em 5 horas métricas (que representa o horário de meio dia) sabemos que temos 500 minutos métricos e 50.000 segundos métricos.

Tomando um outro exemplo, se agora são 8:50:23, quer dizer que já se passaram, no dia, 85.023 segundos métricos, ou 850,23 minutos métricos, ou 8,5023 horas métricas. Isso fica bem mais fácil de se calcular, já que utilizamos a base decimal para várias grandezas, como comprimento, massa ou peso, área, volume, densidade e outras propósitos. Ou seja, já estamos habituados e familiarizados com a base decimal.

Conversões[editar]

Horário Convencional (horas:minutos) – Horas Métricas (horas métricas:minutos métricos)

00:00 – 00:00

01:00 – 00:41

02:00 – 00:83

03:00 – 01:24

04:00 – 01:66

05:00 – 02:08

06:00 – 02:50

07:00 – 02:91

08:00 – 03:33

09:00 – 03:75

10:00 – 04:16

11:00 – 04:58

12:00 – 05:00

13:00 – 05:41

14:00 – 05:83

15:00 – 06:25

16:00 – 06:66

17:00 – 07:08

18:00 – 07:50

19:00 – 07:91

20:00 – 08:33

21:00 – 08:75

22:00 – 09:16

23:00 – 09:58

24:00 – 10:00

Horas Métricas (horas métricas:minutos métricos) – Horário Convencional (horas:minutos) 00:00 – 00:00

01:00 – 02:23

02:00 – 04:47

03:00 – 07:12

04:00 – 09:35

05:00 – 12:00

06:00 – 14:24

07:00 – 16:48

08:00 – 19:11

09:00 – 21:36

10:00 – 24:00